Lual Lanches

25 de julho de 2011
By

Essa Lanchonete já existe faz uns seis ou sete anos, o Cido, dono das lanchonetes e mega-empresário,  já era conhecido no meio da comilança da galera pois trabalhou muito tempo no TremBão,  saiu de lá e montou uma lanchonete própria lá na Sete de Setembro. E é desse ponto que vou falar ( já que depois ampliou a rede para mais duas lojas)

A Lanchonete

Vista da Chapa de Lanche

Ambiente aconchegante para universitários, prima pela simplicidade: cadeiras e mesas de plásticos, algumas mesas do lado de fora. Tudo muito limpo e arrumado.

Dependendo o dia que se vai pode ficar um pouco barulhento e dificil de conversar, principalmente se ficarmos do lado dentro, pelo espaço ser pequeno e ficar bem próxima uma mesa da outra.

Quem procura um ambiente mais refinado é melhor pegar no delivery e comer em casa, pois não é barzinho e nem tem a pretensão de ser. Como diria a Dani o ambiente é feio,  mas eu gosto. É bom lugar que você pode ir de camiseta e bermuda e ninguém olhar torto.

A chapa fica bem a vista das pessoas, já que é bom, pois na hora da fome  dá para ficar olhando e torcendo para que o lanche seja o seu. E os banheiros (um feminino, e um masculino) mais de canto. Com duas TVs de LCD uma de cada lado ajuda a passar o tempo enquanto o lanche não vem.

O Atendimento é bom, com os garçons atenciosos, porém em dia de maior movimento podemos ser um pouco esquecidos até um deles nos ver, demora um pouco. Mas, o atendimento do Cido (quando encontramos ele em alguma das lojas), ou dos irmãos dele é primoroso, eu pelo menos me sinto em casa.

Não possui estacionamento, o que pode fazer você andar até uns 100 metros a pé, pois está sempre lotado de carro ali perto.

O Lanche

Já pedi uma variedade enorme de lanches (todos muito bons e saborosos), e ao meu ver é o melhor lanche nesse estilo de São Carlos,  ganhando até de Trembão. O frango e o lombo são bem temperados, a carne também é gostosa demais. Antes eles serviam maionese caseira e é uma pena que isso foi cortado, pois era uma delícia.

Quanto ao tamanho: É grande! E bem recheado:  Grande ao ponto de muitas pessoas não comerem um inteiro, vindo daí  o advento do Mini que uma “meia porção” de lanche; eu prefiro ainda um inteiro e dividir com alguém  sai mais em conta, já que o mini não é muito mais barato que o normal.

A variedade de lanches a pedir é menor que as de outras lanchonetes, também não há invenção de sabores estranhos. Uma boa variedade de porções (faltou a batata frita com parmesão e bacon). Senti falta de refrigerante de 600ml porção ideal para se “meiar” o lanche com alguém.

Nesse caso resolvi inovar e pedi um frango(R$ 7,90), bacon adicional (R$ 2,50) e uma coca de dois litros (R$ 5,50), na falta de 600 ml. Para minha surpresa não demorou muito e o lanche já estava lá (por ser domingo a noite creio eu)  demorou algo em torno de dez minutos, muito rápido eu achei.

Talvez eu tenha errado o pedido, pois  o lanche de frango e bacon, sem catupiry ( de verdade) fica muito seco, sem algo para dar “liga”, fica muito solto e  cai muito frango do lanche. O catupiry ali fez falta realmente: Quando pedir lanche de frango, peça com catupiry.

Frango com Bacon

Conclusão

Ao meu ver o melhor lanche da cidade, com um ambiente simples e bem localizado é uma boa pedida. Com vários anos de tradição é o preço médio dos lanches  gasta-se em torno de R$ 15,00 para se comer bem. Ponto negativo é que eles passaram a cobrar 10%.  Vá com fome, pois é bastante lanche para você comer aqui. Recomendo, sempre.

Resumo

Lual Lanches
Rua Sete de Setembro, 2338
Tel: 3371-2950
Aceita cartão – Não tem estacionamento
Gasto Médio: R$ 15,00
www.luallanches.com.br

Exibir mapa ampliado

Contribuiu imensamente para esse Post a Dani,  que me ajuda sempre nas criticas.

Meta a Colher

commentários

Powered by Facebook Comments

Tags: , , , , ,

8 Responses to Lual Lanches

  1. Rafael
    25 de julho de 2011 at 14:32

    euuu prefiro o quase dois ao lual lanches ….
    claro , gosto é gosto , mas tudu oq vc citou em pontos negativos do LUAL são pontos positivos do quase dois
    ex : estacionamento
    maionese caseira
    espaço do ambiente
    não cobra 10 %
    e o lanche é muito bom tb …

  2. Aline
    25 de julho de 2011 at 14:55

    Eu ainda prefiro o Turbo. Pra mim, o melhor lanche da cidade. Pena não ter entrega, senão seria perfeito.

  3. Fabio Barbano
    25 de julho de 2011 at 21:52

    Para mim o Kikão é imbatível.

    E concordo com o Rafael, embora no Quase 2 eu já tenha tido vários problemas com atendimento. Mas a maionese é uma delícia mesmo…

  4. Welington
    26 de julho de 2011 at 17:24

    Pra mim o Lual tem o melhor ou o segundo melhor (perdendo as vezes pro Trem Bão) lanche da cidade!

    Me sinto bem lá!

    Tem TV a cabo pra assistir futebol, o ponto negativo é que não tem PFC.

  5. Daniela
    1 de agosto de 2011 at 13:09

    Dos q conheço:
    1) Lual
    2) Quase 2
    3) Trem Bão
    4) Turbo = Kikão

    Sem contar Yellow Cab q é outra categoria…

  6. Giuliana
    5 de setembro de 2011 at 8:52

    Marido e eu paramos ontem no Lual da avenida e pedimos uma porção de batata frita, que estava bem crocante e um bauru de contra.
    O bauru estava uma delícia!!! Grande, bem feito, não estava seco e com os ingredientes na medida.
    Lanchonete vazia e com vários lugares para estacionar.

  7. Brunno
    23 de novembro de 2011 at 12:13

    Pra mim, os melhores lanches da cidade são:

    1- Tropical Lanches (Todos enormes, preço bom, atendimento fera!)
    2- Kikão Lanches (Do meu amigo Luciano, Muito bom, acebolado com catupiry d+)
    3- Araponga Lanches (Maionese caseira lá é fera)
    4- Gaúcho Lanches (Frango imbatível)
    5- Trem Bão (Americano com alface americana, muito bom)…

    O lanche do lual é bom sim, mas deixa um pouco à desejar… Poderia ser um pouco melhor o tempero do frango, e a carne com um pouco mais de sal… Mas é bom também…

  8. tiago
    8 de janeiro de 2012 at 16:49

    Pra mim o lual lanches e o amadeu e o trem bão são os melhores da cidade… nessa ordem…. Minha filha adora as batatas ‘smiles’.

Comilão

Ândi Garcia

Profissional de computação, amante das letras, pseudo-violonista do lar, uspiano, corinthiano, maloqueiro e sofredor. Graças a Deus.

Compartilhe!