Turbo Lanches

29 de julho de 2011
By

O Turbo é certamente a lanchonete mais movimentada da Vila Prado. E os lanches fazem juz ao nome, são bem turbinados mesmo.

A lanchonete

A lanchonete fica localizada próxima da escola Jesuíno de Arruda, no entroncamento das ruas Pádua Sales, Grécia e Francisco Marigo. Não tem estacionamento, e muitas vezes há o inconveniente de ter alguém que quer olhar o teu carro, ou que precisa de um real para completar a passagem para Pirapora. Ambiente simples, na média das outras lanchonetes da cidade. O salão da lanchonete é bem amplo, com 36 mesas. Tem também uma tv (de tubo, grande), para que ninguém perca o último capítulo da novela. A lanchonete tem uma estrutura bacana, com duas chapas grandes e duas prensas, além de uma grande câmara fria. Atendimento OK, tempo de espera normalmente não é alto. Leve dinheiro, pois não trabalham com cartões.

O lanche

Bauro de Frango do Turbo

O lanche se destaca principalmente pela quantidade de recheio, embora isso dependa um tanto da opção escolhida. Os lanches de hamburguer vem com apenas uma carne, e por isso talvez os lanches mais simples sejam um pouco menos recheados que os de lanchonetes como o Quase 2 e o Lual, cujos hamburgueres vem com duas carnes. Já os lanches de frango, lombo e outras carnes vem com muita carne.

A maneira que eles fazem o lanche difere um pouco das demais lanchonetes. Todos os lanches vem com uma boa quantidade de maionese e também um pouco de catchup e mostarda (a maioria das lanchonetes costuma usar apenas maionese). O lanche é todo montado, e depois é adicionada a carne. No caso do lanche da foto (Bauru de Frango), adicionam na montagem até a cebola e a mussarela. Depois o lanche montado vai para a prensa, onde eles colocam o frango (que já fica frito com alguma antecedência). O lanche é prensado, cortado em duas partes, e colocado em saquinhos. O frango excedente também é colocado, e o resultado é esse da foto…  O ponto negativo é que esse processo não deixa o lanche tão quente como o de outras lanchonetes. Ele fica mais morninho mesmo…

Como dá para notar nas fotos, o lanche vem com uma quantidade imensa de frango. É difícil comer sem se sujar.

Muito, muito Frango!

O lanche é bom, mas acho que se tivesse menos frango e mais queijo poderia ficar mais suculento. Acompanha uma boa maionese caseira. O catchup é o “padrão” das lanchonetes da cidade, o D’ajuda.

Um bauru como esse é o suficiente para duas pessoas que não estejam com muita fome. Para comer sozinho o sujeito tem que ser um ogro. Mais ou menos como eu… Além dos lanches de frango e hamburguer, também há opções com lombo, contra filé e picanha.

Preços

O preço varia bastante (de R$ 6,00 a R$ 21,00), de acordo com a opção escolhida. No caso do bauru da foto o preço é de R$ 9,50, valor que considero baixo pela quantidade de recheio que vem no lanche. Os mais caros são os sanduíches que levam picanha, mas são uma opção bem diferente e saborosa também. O preço das bebidas é na mesma faixa de outras lanchonetes (para referência, um refrigerante de lata custa R$ 2,50).

Resumo

Turbo Lanches
Rua Francisco Marigo, 110
Tel: 3375-2481
Não aceita cartão
Não tem serviço de Delivery
Não cobra taxa de serviço
Gasto médio: R$ 12,00
Funcionamento: Terça a domingo, a partir das 18h00. Não abre no último domingo de cada mês.

Meta a Colher

commentários

Powered by Facebook Comments

Tags: , , , ,

2 Responses to Turbo Lanches

  1. 29 de julho de 2011 at 19:58

    O que me incomoda no Turbo é ser longe (é! eu moro do lado de cá da linha do trem, é longe para mim) E não aceitar cartão, já que sempre esqueço de levar dinheiro. Realmente o lanche é muito bom, principalmente a maionese. Talvez como eu sempre peço lanche de hambúrguer eu não sinta esse mundarel de comida ai citado.
    Ainda Prefiro o Lual 😉 (não que o Turbo seja ruim)

  2. Welington
    8 de agosto de 2011 at 11:07

    Nos últimos anos o Turbo virou “produção” de lanches e a qualidade caiu…

    Lá tem também sobremesa, tortas e bolos em pedaços, que são muito bons, mas com o tempo diminuiram de tamanho e o preço aumentou bem…

Comilão

Fabio Barbano

Comilão desde sempre, um apaixonado por junk food. Sou analista de sistemas, solteiro de nascimento, e fã de grandes produções mexicanas (Chaves e Chapolin).

Compartilhe!