Massa Show

11 de agosto de 2011
By

“Tem massa? É comigo. Vai queijo? Vixiii.”

Costumo usar a frase acima na descrição dos meus gostos culinários em perfis de redes sociais. E não é mentira. Gosto muito de massas e minha forma física não nega. Consequentemente, sou fã do que costumam chamar de “Massa Show”, ou “Macarrão Show”, ou “Show de Massas”, ou seja lá como já tenha ouvido falar disso.

Creio que todos saibam do que estou falando, afinal o formato ganhou muita popularidade nos últimos anos, e já é opção em muitos restaurantes self-service ou de preço fixo. O cliente escolhe a o tipo de massa que deseja (Penne, Farfalle, Fettuccine, Spaghetti, etc.), o molho (bolonhesa, branco, rosé, quatro queijos, etc.) e os mais variados ingredientes para composição do molho. A montagem é feita na hora, na sua frente.

Nhoque aos quatro queijos do Só Pasta Delivery

Em São Carlos, o primeiro restaurante em que experimentei este serviço foi o Só Pasta, que na época tinha um restaurante relativamente espaçoso na Rua Conde do Pinhal, próximo à pizzaria Florença. Mas logo o estabelecimento fechou ali (aliás, um tempo depois abriu e aparentemente já fechou também outro restaurante no mesmo local, o Chef Badra), e reabriu algum tempo depois apenas com serviço delivery – que já mudou de dono mais duas vezes, mas continua bom! Com um diferencial importante: dá pra fazer todo o pedido pela Web! O que é muito prático para escolher com calma a combinação dos ingredientes para o molho.

Com o tempo alguns restaurantes da cidade foram adotando a idéia como complemento de seus serviços principais, porém apenas no almoço.

Recentemente (bem recente, menos de um mês) o Shopping Iguatemi ganhou uma loja do Spoleto, rede franqueada especializada neste tipo de prato.  Não deixa de ser uma boa opção para provar massas montadas na hora do jantar – não que seja uma boa idéia tanto carboidrato à noite, mas sabe como é – porém com todos aqueles inconvenientes de se comer em shopping centers.

Outra alternativa bastante interessante e certamente mais barata é o Supermercado Cogeb. Sim, supermercado mesmo. Quem frequenta sabe que eles servem comidas – por sinal deliciosas, merecerá um post à parte – inclusive massas montadas na hora. As opções de massas e ingredientes não ficam devendo em nada para os restaurantes, e você leva sua montagem para casa numa embalagem “térmica” com quantidade suficiente para duas pessoas por menos de 15 reais.

Montagem das massas na Cogeb

Quem preferir, pode fazer seu próprio show de massas. Não tem muito segredo. Você seleciona os ingredientes e joga em uma frigideira com pouco azeite ou manteiga, deixa dourar um pouco, e depois despeja seu molho de preferência. Cozinhe a massa por alguns minutos em água fervente, e pronto, só juntar tudo.

Cada um pode partir de onde sabe. Quem tem habilidade para fazer seu próprio macarrão, com certeza ficará mais saboroso. Senão, compre a massa já preparada e apenas cozinhe-a. O mesmo vale para quem não consegue um bom molho próprio. Procure em rotisseries ou casas de massas que lhe apresentarão ótimas opções. Quanto aos ingredientes, o segredo é ter sempre algo para dar um sabor mais forte, como bacon, cebola, cheiro verde, ou o que preferir, desde que deixe seu gosto no molho.

Pro meu gosto, tendo molho de quatro queijos e gorgonzola entre os ingredientes, o resto é brinde! :)

E você, conhece algum lugar de Sanca onde sejam servidas essas delícias? Ou tem alguma dica para prepara-las em casa?

 

 Atualização: abaixo a lista de alguns dos restaurantes da cidade que possuem esse serviço. Pelo menos no almoço.

Quem souber de outros, por favor, cite nos comentários que manteremos essa lista atualizada.

Meta a Colher

commentários

Powered by Facebook Comments

Tags: , , ,

7 Responses to Massa Show

  1. Leandro
    11 de agosto de 2011 at 19:27

    E ai Ândi, tudo blza? Meu primeiro comentário aqui no “Os Comilões”, rsrs… Mas já frequento a um certo tempo viu, diria que desde o começo…

    Acho o Só Pasta incrível também… Não fujo muito do tradicional. A massa pode ser qualquer uma, com bolonhesa, sempre, e acompanhamentos básicos como, frango, presunto, mussarela, cebola e as vezes brócolis (a esposa ama, fazer o que… rs). Até penso em provar outros molhos, mas quando penso no bolonhesa, eu desisto! Apesar de morar um pouco longe, nunca atrasaram a entrega e o atendimento sempre foi muito bom…

    Quanto ao Cogeb, vai a dica pra quem gosta de Yakisoba… O legal é ver o cara preparando na hora, na sua frente… muito bom..

    Forte abraço e parabéns a todos pelo site!!!

  2. Fabio Barbano
    12 de agosto de 2011 at 11:14

    Gosto muito de massas e minha forma física não nega [2]

    Quarta-feira mesmo eu comi no Spoleto. É muito bom lá, o que pega um pouco é o preço. Comi uma porção de ravioli e tomei um refri, e lá se foram mais de 20 mangos…

    O chato de fazer em casa é esse lance dos ingredientes. Nos restaurantes é fácil botar um pouquinho de cada coisa, mas em casa a gente não tem à mão um punhadinho de tomate seco, outro de gorgonzola, outro de bacon, etc.

    Na minha opinião também é fundamental no molho um pouco de cebola e alho refogados. Faz toda a diferença no sabor…

  3. 12 de agosto de 2011 at 13:38

    Putz, me deu fome! (É! Acabei de sair do almoço).

    Em casa é mais chato de comer sim, mas se tiver bastante gente até que fica legal.

    tenho que comer no Cogeb, ainda não comi la (o macarrão, pq de resto…)

  4. Adriana Abujanra
    24 de agosto de 2011 at 19:54

    O Pinguim também tem! no da Episcopal, ao lado da ótica, quase esquina com o calçadão..

    E é uma delicia!

  5. tiago
    8 de janeiro de 2012 at 16:32

    Uma boa opção de massas é o buffet do restaurante Caqui (hotel anacã)… No almoço, são 4 opções de pratos (carne vermelha, peixe e ave mais um combo de comida japonesa que custa 5 reais a mais que os 17,90 pagos por qualquer uma das ‘carnes’). Saladas e massas são a vontade e inclusos no preço… As massas são preparadas na hora com ingredientes a sua escolha… vale muito a pena.

Comilão

Ândi Garcia

Profissional de computação, amante das letras, pseudo-violonista do lar, uspiano, corinthiano, maloqueiro e sofredor. Graças a Deus.

Compartilhe!